Computação na Nuvem e SAAS



Quando estudamos Computação na Nuvem, um dos modelos existentes é o SAAS (Software as a Service), no qual toda solução e infraestrutura são fornecidas por um provedor, ficando a cargo da empresa cliente realizar as configurações necessárias para que o sistema atenda seus requisitos. O serviço é consumido pelos usuários finais da solução, de forma transparente e padronizada.

A grande diferença de uma aplicação SAAS para uma aplicação “in-house” está na forma de licenciamento e cobrança.  Normalmente neste modelo, o cliente faz o licenciamento para os usuários finais de acordo com a demanda. O modelo mais comum e simples de cobrança é por número de usuários, mas podem existir diversos fatores que podem ser levados em conta na cobrança, tais como área de armazenamento, CPUs, memória, etc.

O modelo SAAS traz inúmeras vantagens para o cliente, tais como facilidade de distribuição, economia na operação da infraestrutura, planejamento de capacidade, entre outras, mas por ser um serviço com pouca diferenciação pode ser mais facilmente trocado por seus usuários finais.

Uma das primeiras soluções SAAS de sucesso no mercado foi a solução de CRM da Salesforce. O CRM da Salesforce abrange módulos para gerenciar contatos, campanhas, leads, oportunidades, relatórios analíticos, previsões (forecast), etc.

A partir deste modelo de sucesso inicial, as grandes companhias de software passaram a formatar as suas ofertas na Nuvem, que podem tanto atender a um cliente final, como atender a uma companhia que contrata um software na Nuvem no modelo SAAS para seus próprios clientes finais. 

Um exemplo deste tipo de solução seria um e-marketplace distribuidor de produtos, de beleza contratar uma solução Ariba de Procurement na Nuvem para atender seus clientes finais que estão espalhados por todo o Brasil.

Uma outra evolução que também está sendo verificada no mercado é a integração dos serviços e dados do CRM, com softwares integrados às mídias sociais, que podem realizar análise de sentimentos, influência social do autor e  quantidade de atenção que as mensagens da companhia estão recebendo.  Um dos softwares que faz este tipo de integração, e pode ser contratado como SAAS, é o SAP Social On Demand.  

Para exemplificar, uma operadora de serviços de comunicação, lança uma campanha para lançamento de um novo serviço em seu CRM e acompanha o impacto nas redes sociais, de forma que possa realizar os ajustes necessários no menor tempo possível.

Outra área que também tem tido ofertas de SAAS é a área de Gerenciamento de Capital Humano (Human Capital Management). Um dos principais players neste segmento é a empresa Successfactors, cuja solução abrange o planejamento da força de trabalho, recrutamento, treinamento, definição de objetivos, avaliação de performance e folha de pagamento em uma plataforma integrada de RH.

As empresas que investem em SAAS como plataforma para seus negócios devem verificar se os seus fornecedores de sistemas conseguem atender aos requisitos funcionais e não funcionais, montar planos de contingência para possíveis indisponibilidades, verificar como são realizados aumentos de capacidade, monitorar a performance e disponibilidade do ambiente e manter um contrato de suporte para auxílio na solução de possíveis dúvidas e eventuais falhas.

Por todos os benefícios que falamos, está havendo uma grande adoção de soluções SAAS no mercado e todo um ecossistema está sendo formado, englobando grandes companhias e parceiros especializados nestes ambientes.  


Bem até o próximo post !!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hive, o que é ?

O que é o HDFS ?

O que é o HBASE ?