BI na Nuvem - Cloud BI

No início da década passada a grande maioria das instalações de Business Intelligence eram bastante centralizadas e padronizadas na área de TI. Os projetos envolviam de uma forma geral a construção de grandes silos de informações, que possibilitavam a produção de relatórios que eram despachados para os usuários.  Para quem nesta época estudou os princípios da modelagem dimensional e datawarehouse, o livro “The Datawarehouse Toolkit” do Dr. Ralph Kimball, é um marco muito importante.   

Nos últimos anos temos visto que as empresas estão mantendo estas plataformas, mas gradualmente adotando novas ferramentas que possibilitam a descoberta e a correlação de dados, de forma mais descentralizada, conseguindo disseminar estas análises por toda a organização. De certa forma esta é uma antiga visão das organizações de TI se realizando. À medida que as ferramentas se tornam mais simples e intuitivas fica mais fácil para que usuários consigam realizar as suas análises sem muita dependência da área de TI. De acordo com o Gartner, mais da metade das novas aquisições de ferramentas de BI tem sido deste tipo, que ele chama de “data-discovery-driven”.

Além da descentralização das ferramentas de BI, outra tendência atual nas empresas é a implementação de iniciativas de BI na Nuvem, seja privada, pública ou hibrida. 

Dentre as empresas que fornecem ferramentas data-discovery-driven na Nuvem, uma das que se destacam é a Tableau, que possui um produto chamado Tableau Online (http://www.tableau.com/pt-br/products/online) que roda na nuvem em um datacenter padrão SAS 70.

O SAS 70 é um padrão de auditoria criado pelo AICPA (American Institute of Certified Public Accounts) e apresenta dois tipos de relatório – Tipo I, o qual o auditor reporta uma opinião a respeito dos controles em operação e Tipo II, o qual o auditor atesta e reporta o desenho, a implementação e a efetividade dos controles em operação.

Com o Tableau Online você pode criar dashboards interativos que podem ser acessados usando browsers e dispositivos móveis.   Os dashboards publicados podem ser compartilhados com parceiros de negócios, clientes e com outras áreas na empresa. Você também pode acessar dados que estejam no Salesforce, no Google Analytics, no Amazon Redshift ou no Google BigQuery.  



O Amazon Redshift é o data warehouse da Amazon na Nuvem. O Amazon Redshift cria um database inicial, que é utilizado para armazenar os seus dados e realizar queries. 

Caso os dados estejam na sua rede corporativa, você precisa antes carrega-los para a sua base de dados na nuvem, para depois analisá-los.

A ferramenta Tableau também pode ser utilizada para acessar dados na plataforma Hadoop e se necessário pode combiná-los com dados que estejam em bancos de dados tradicionais, o que é chamado de “Data Blending”.


No próximo post vamos falar sobre a evolução do hadoop como plataforma de datawarehouse.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hive, o que é ?

O que é o HDFS ?

O que é o HBASE ?