Cloud Computing - AWS e Mercado 2015

Após algum tempo sem publicar no Blog, por necessidade de estudos para uma certificação e mudança de emprego, estou retornando a esta atividade, focando em Big Data e Cloud Computing. 

Tentando ajudar aqueles que querem aprender um pouco mais sobre Cloud na prática, vamos falar sobre a oferta da Amazon (Amazon Web Services), que permite que você crie uma Conta na nuvem e dependendo do nível de uso dos recursos escolhidos você poderá passar até um ano sem ser tarifado.  Para saber em detalhes o que pode ser utilizado gratuitamente na Amazon, consulte a página http://aws.amazon.com/pt/free/.

Depois de criar a sua Conta na Amazon, você deverá logar no AWS Management Console, que é o produto que gerencia o acesso e uso dos recursos na infraestrutura em nuvem da Amazon. No passo seguinte você escolhe o sistema operacional que irá utilizar na sua instância.  Na AWS existem diversos “flavors” de Linux disponíveis e também uma versão de Windows. 

O mais interessante em criar a instância em Linux é que você poderá praticar os comandos Linux, sem precisar criar máquina virtual no seu notebook ou desktop.  Sabemos que muitos softwares de Big Data rodam em Linux.

A instância está basedada no Amazon EC2 (Elastic Cloud). O Amazon EC2 reduz o tempo exigido para obter e inicializar novas instâncias e possibilita rápida escalabilidade, de acordo com os requisitos de negócios.

Após escolher o sistema operacional, você deverá escolher a quantidade e tipo de instâncias que irá utilizar, lembrando que para o uso gratuito escolha a instância mais simples, que é a t1.micro. 

É necessário escolher também a zona que você utilizará para o Amazon EBS (Elastic Block Storage – similar a um disco rígido), configurar a chave de segurança na conexão com a instância (Key Pair) e liberar as portas desejadas (80, 22, etc). Finalizados estes passos você pode iniciar a execução da instância.

O AWS possui uma série de componentes especializados que possibilitam a configuração de diversas opções e padrões de arquitetura, que vão desde um simples site web rodando Apache, PHP e MySQL até um serviço na web de gerenciamento de conteúdo multimídia com streaming ao vivo usando por exemplo o Adobe Media Server.

Como vimos em posts anteriores deste blog podemos hospedar uma infraestrutura de Hadoop na nuvem da Amazon (Amazon ElasticMapReduce), assim como também é possível utilizar banco de dados padrão NoSQL (Amazon DynamoDB), que armazena documentos e pares de chave-valor.

Um dos grandes diferenciais do serviço da Amazon é o tempo necessário para disponibilizar esta infraestrutura, versus comprar o hardware e software, transportar, instalar, configurar e disponibilizar. Além disto a manutenção do ambiente, garantia da segurança e disponibilidade não são preocupações diretas da sua equipe, uma vez que todas estas atividades são responsabilidade do provedor.

No mundo corporativo, com a adoção da Computação na Nuvem conseguimos reduzir o orçamento tanto em valores de CAPEX como OPEX.  

O Gartner Group em sua última pesquisa anual com os CIOs, apurou que 83% consideram o trabalho em nuvem uma opção de infraestrutura e 10% estão usando pela primeira vez.  Ainda de acordo com a VP do Gartner, Lydia Leong, os clientes devem ser extremamente cautelosos ao selecionar provedores deste tipo de serviço, fazendo perguntas específicas e detalhadas sobre o serviço desejado. Um ponto muito importante é que devem ser escolhidos fornecedores com excelente reputação e solidez financeira, para evitar que problemas relacionados aos fornecedores causem impactos nos negócios e possíveis perdas.


No quadrante mágico de infraestrutura em nuvem como serviço (IaaS) de 2014, o Gartner posicionou apenas a Amazon Web Services e a Microsoft (Azure) no quadrante dos “Líderes”.  Outras grandes corporações como IBM, HP, VMware, Oracle e SAP também estão investindo pesado em venda de infraestrutura em cloud e este mercado deverá sofrer mudanças significativas nos próximos 2 anos.

Obrigado pelo retorno e até o próximo post !!!
Flávio

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hive, o que é ?

O que é o HDFS ?

O que é o HBASE ?